A PORTO ALEGRE QUE QUEREMOS

Porto Alegre das mulheres

São as mulheres que enfrentam tripla jornada de trabalho e ficam responsáveis por quase todos os cuidados da casa, dos filhos, da família e do trabalho. Por isso, precisamos garantir que nossa cidade seja acolhedora, segura e boa para as mulheres. Porque uma cidade boa para as mulheres é boa para todo mundo #AgoraÉManuela

Cidade das Mulheres 

Tripla jornada, violência, precarização do trabalho marcam as desigualdades nas quais as  mulheres vivem. Segundo dados da OXFAM, em torno de 75% do trabalho de cuidados não  remunerado no mundo é feito por mulheres. Se 42% das mulheres não conseguem emprego  porque são responsáveis por todo o trabalho de cuidado. Este quadro foi agravado pela  pandemia. Cerca de 7 milhões de mulheres tiveram que deixar o mercado de trabalho no Brasil  desde então. Para enfrentar este quadro se requer decisão e prioridade política.

Propostas 

Implementar 03 (três) Casas da Mulher de Porto Alegre

  • Proteção, acolhimento e mobilização comunitária às mulheres chefas de família e às  mulheres em situação de violência que vivem na cidade. A proposta é a constituição de  centros de referência em diferentes regiões e o planejamento de um sistema intersetorial  que envolva políticas de enfrentamento à violência, além de políticas de assistência  social, saúde e inclusão produtiva.

Instituir o Programa Mulher Poder Local 

  • Fomento à economia solidária e microcrédito através das cooperativas de mulheres que  se encontram nos bairros da cidade, articulando as cooperativas com as políticas  públicas para construírem soluções em parceria com geração de emprego e renda.

Programa Empresa Amiga das Mulheres 

  • Instituir um programa de estímulo à contratação das mulheres chefes de família  desempregadas em pequenas e médias empresas. Criar selo para que as empresas que  adotam boas práticas de equidade de gênero (como equiparação salarial, espaços de  amamentação, entre outras).

Política da Saúde da Mulher 

  • Fortalecer e integrar as ações de atenção à saúde integral da mulher, com atendimento  humanizado em todas as fases de seu ciclo de vida. Ampliar o acesso aos meios e  serviços em todo território e contribuir para a redução da morbidade e mortalidade  feminina, especialmente por causas evitáveis.
4.6 8 votos
Qual sua nota para o conteúdo?

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

O que você pensa sobre isso?

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

Opinar também:

0
Adoraria saber seus pensamentos, por favor, comente.x
()
x