NOTÍCIAS

Manuela participa de debate do grupo Band RS

Manuela d’Ávila participou, na noite desta quinta-feira (01), de um debate promovido pelo grupo Bandeirantes. Na primeira participação, a candidata falou sobre os planos de seu governo para a cidade. Entre as prioridades, as negociações para a vacina contra o coronavírus, um plano traçado com a comunidade escolar para o retorno às aulas, geração de emprego e renda e um programa de fome zero. 

Na segunda fala, Manuela destacou o compromisso de resgatar o debate com a sociedade e apontou que quer ser prefeita por quatro anos, não apenas nos últimos meses. “Eu acredito que precisamos construir um governo de participação, trabalhando todos os dias, não dá mais para ter um governo que trabalha só na eleição, que nos últimos três meses colocam as máquinas nas ruas para mostrar a cidade na propaganda”, apontou. 

Depois, Manuela destacou sua trajetória na política, sempre militando pelo mesmo partido e tendo os mesmos valores. Ela destacou seus mandatos participativos desde quando foi vereadora, em 2005, e utilizava o orkut para se comunicar com a população:  “Porto Alegre conhece minha trajetória, de transparência, debate intenso com a população, as minhas soluções inovadoras, e é essa trajetória que está na eleição, a trajetória que o povo conhece”. 

Manuela também destacou a falta de diálogo da atual gestão com o povo. Ela criticou o retorno às aulas sem planejamento, as demissões dos trabalhadores do Imesf e a falta de água que atinge diversos bairros da cidade. A candidata apontou que, durante a pandemia, a prefeitura demitiu os trabalhadores do Imesf, cortou o vale alimentação dos profissionais da saúde e lutou contra a política de testagem de profissionais da saúde. Sobre a gestão na pandemia, ela afirmou: “eu teria lutado para transformar o Imesf em uma empresa pública”. 

Sobre o transporte público, Manuela disse que ‘’a gente escuta dizer que perdemos os passageiros para os aplicativos de transporte, mas na verdade uma parte da população não anda de ônibus porque não tem dinheiro para pagar os R$4,70”. Ela complementou dizendo que quer ganhar a eleição para retomar a cidade e a gestão pública no transporte: “podemos reduzir a tarifa abrindo a caixa preta do transporte coletivo”, finalizou. 

Ao finalizar a participação, ela agradeceu a todos que estão empenhados na busca por melhores compromissos com a cidade. Segundo Manuela “eu e Rossetto lideramos as pesquisas e isso promove ataques contra minha honra, mas vocês me conhecem, conhecem minha história e a dele, nosso compromisso com a luta por justiça social. Quero te convidar para construir, com nossa aliança um novo tempo pra cidade. Não precisamos escolher quem deixou as obras paradas e quem abandonou a cidade, podemos escolher um caminho que a transformação social seja realidade”. 

1 1 voto
Qual sua nota para o conteúdo?

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

O que você pensa sobre isso?

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
0
Adoraria saber seus pensamentos, por favor, comente.x
()
x